“Há Música no Jardim!” – Está de volta


O Anfiteatro do Jardim da Quinta de São Jerónimo volta, mais uma vez, a ser o palco de mais uma edição de “Há Música no Jardim!” que irá ter o seu início no próximo dia 2 de Junho pelas 18h30 e que se prolongará durante o mês de Junho.

Dia 2 Junho – 18h30 – Orquestra de Sopros do Conservatório de Música de Coimbra;

Dia 9 de Junho – 21h30 – Cordis;

Dia 17 de Junho – 18h30 – Big Band Junior convida Rita Maria;

Dia 24 de Junho – 21h30 – Macadame

Orquestra de Sopros do Conservatório de Música de Coimbra

A Orquestra de Sopros do Conservatório de Música de Coimbra (OSCMC) é constituída por alunos das classes avançadas de madeiras, metais e percussão. Sob a direcção do professor José Pedro Figueiredo, cada um dos quase 70 jovens instrumentistas constrói competências de execução em contexto de orquestra.

A abertura do evento “HÁ MÚSICA NO JARDIM!” pela OSCMC é já uma tradição, com natural protagonismo para a Música Clássica e os grandes autores a ela associados.

Há Música no Jardim é uma organização do Clube Residencial Cidade Jardim e da Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais.

CORDIS

(Foto Pedro Medeiros)

CORDIS piano & guitarra portuguesa nasceu em Coimbra, em 2005, depois de longas e entusiasmantes experiências com o piano de Paulo Figueiredo e a guitarra portuguesa (de Coimbra) de Bruno Costa, mesclando a tradição clássica e jazzística do primeiro com a herança musical do fado de Coimbra do segundo.

O espectáculo integrado no ciclo de concertos Há Música no Jardim!, trará ao palco o piano e a guitarra portuguesa do CORDIS. Assim, poderão “sentir-se” as guitarras de Artur e Carlos Paredes, Francisco Martins ou António Portugal, bem como as tonalidades originais deste duo, numa surpreendente viagem pelos caminhos percorridos nestes doze anos de música, palcos e experiências musicais.

Big Band Júnior

pela primeira vez em Coimbra, num concerto muito especial e com a convidada Rita Maria

Neste concerto a voz tem um papel protagonista. Além do repertório habitual da BBJ, o qual já inclui algumas canções, a orquestra apresenta 4 novos temas, todos com letra em português.

Em cada ano lectivo, os músicos da BBJ têm a oportunidade de viver várias experiências musicais que fazem habitualmente parte do percurso de um músico profissional, que podem ser uma simples sessão fotográfica ou até gravar um disco. Mas tocar ao lado de músicos profissionais será sem dúvida uma das experiências mais enriquecedoras para estes jovens músicos. Neste concerto a Big Band Júnior tem o enorme privilégio de partilhar o palco com a cantora Rita Maria. Quando a ouvimos cantar, é fácil entender porque é que a Rita é actualmente uma das mais aclamadas e acarinhadas vozes do jazz nacional.

Big Band Júnior

Nascida em Outubro de 2010 de uma ideia original de Alexandra Ávila Trindade e João Godinho, a Big Band Júnior (BBJ) concretizou-se através de uma parceria entre o Centro Cultural de Belém e o Hot Clube de Portugal. É uma orquestra-escola de jazz constituída por cerca de 20 elementos entre os 12 e os 15 anos e tem como missão oferecer uma formação de qualidade aos seus alunos enquanto músicos de uma big band.

Direção Artística: Alexandra Ávila Trindade e João Godinho

Direção Pedagógica e Musical: Claus Nymark

MACADAME

(Foto:Carlos Gomes)

Quando se estrearam em Coimbra, em 2011, os Macadame deram a conhecer a sua particular abordagem à música tradicional portuguesa: uma abordagem marcada pelo convívio animado entre a electrónica e os temas populares, entre os instrumentos eléctricos e os tradicionais, e em que diversas influências confluem para a criação de um universo muito próprio e envolvente.  É nesse universo que somos convidados a entrar com este espectáculo, onde se ouvirão as suas originais recriações sobre temas do cancioneiro popular português. Um espectáculo enriquecido visualmente pela presença constante das ilustrações de Ana Biscaia.

Vânia Couto Voz
Alexandre Barros Viola Braguesa
Rui Macedo Guitarra Eléctrica
Paulo Yoshida Baixo
João Fong Programação e Teclados

Ana Biscaia Ilustrações

 

A entrada é livre